Páginas do TerraAvermelhada.blogspot.com

terça-feira, 19 de outubro de 2010

28 de Agosto – We believe We can Fly - Força Angola

A vinda do R. Kelly a Angola estava rodeada de polémica, envolvendo duas produtoras de eventos, a Step, da Karina Barbosa, e a Casablanca, do Rikinho.

Polémicas à parte, os bilhetes já os tínhamos em casa, guardadinhos para o grande dia! Por diversas razões, comprámos os bilhetes para o espectáculo promovido pela Step em conjunto com a Unitel, o qual tinha por objectivo transmitir uma mensagem de apoio à selecção angolana de basquetebol que ia competir no Mundial da Turquia, daí o nome escolhido pelos organizadores: Força Angola!

A noite prometia! Não só iríamos ver aquele que tinha sido considerado, nos seus tempos áureos, o rei do Hip Hop, como poderíamos ver um conjunto de bons artistas nacionais, nomeadamente, Pérola, Big Nelo e Armi Squad.

Eu, có-reporter, tinha andado a semana a cantarolar as músicas do R. Kelly e da Pérola e, chegados a Sábado, o entusiasmo ia aumentando progressivamente. Ao longo do dia a agitação e os preparativos na zona envolvente ao estádio dos Coqueiros ia aumentando, e por via dos mesmos fomos mais cedo para lá. Conforme seria de esperar para um evento destes, tudo estava extremamente bem organizado e foi com muita facilidade que nos dirigimos à bancada, não sem antes solicitar a t-shirt do evento, laranja, a cor da Unitel, e com a mensagem adjacente: Força Angola!

Como bons espectadores que somos vestimos a camisola, afinal de contas estávamos ali para apoiar! A maioria fez o mesmo criando um efeito de uma imensa onda laranja em todo o estádio, da qual fazíamos parte!

And... let the show begin...

Armi abriu o espectáculo, com uma equipa de peso, literal e não literalmente, fazendo animar o público e trouxe a primeira surpresa da noite, Yuri da Cunha, que deu um cheirinho da sua música bem ritmada. Depois veio o Big Nelo levando o público feminino a suspirar cada vez que levantava a t-shirt e mostrava o 6 pack  Mas surpresa para mim foi quando cantou o seu hino, como lhe intitulou, em que todas as gerações presentes entoaram o Karga de fio a pavio, sem se perderem, sem se enganarem numa única palavra da canção! Gostando ou não, é impossível ficar indiferente àquela energia gerada! O Big Nelo trouxe ainda dois convidados, os Kuduristas Presidente Gasolina e Príncipe Ouro Negro, que arrancaram muita risada de todos os presentes.

Por último, no âmbito dos artistas nacionais, a Pérola, linda como sempre, cantou todos os hits do seu álbum mais recente que guardo religiosamente. Estas eu e o repórter já sabíamos e cantámos com os demais :)

Depois da Pérola terminar a sua actuação houve um pequeno compasso de espera e eis que entra o R. Kelly, igual a si mesmo, sem pretenciosismos, sem acessos de estrela, próximo dos presentes, dando início à actuação com uma rapsódia dos seus raps mais conhecidos enquanto nos dirigia incentivos “Everybody make some noise!!!!”, levando os presentes ao delírio.

Pelo meio houve muitas baladas a deixar antever a forma como iria terminar o concerto, com aquela canção que era também o seu hino e o de muita gente por este mundo fora.

Quando começaram a ser tocados os primeiros acordes, houve uma onda de emoção que nos percorreu a todos sem excepção, e todos acreditámos durante aqueles minutos que era possível voar, voar para longe, sobretudo junto daqueles que amamos. Estou certa que não foi só naqueles minutos que acreditámos, mas durante muito mais tempo... espero sinceramente que continuemos todos a acreditar! O R. Kelly contribuiu para isso e nós agradecemos da melhor maneira que podíamos, cantando a céu aberto todos os versos da canção. Creio que de certa forma a resposta acabou por o surpreender, parando de cantar para nos ouvir e cruzando as mãos sobre o peito, inclinando-se para o público em jeito de agradecimento, abanando ligeiramente a cabeça alternando entre o incrédulo e o emocionado.

Aqueles minutos em que eu e o repórter nos abraçámos, ouvimos e cantámos que era possível voar, pareceram eternos mas, mais importante que isso, deram-nos um banho de força e energia, não sendo todos os dias que nos sentimos assim longe de casa.

Momentos como este são para preservar nas nossas memórias e nos nossos corações.

E para que não o esqueçamos, aqui fica o registo para podermos continuar a acreditar que somos capazes de voar....

3 comentários:

Anónimo disse...

Bom dia,
Queria ter mais infos sobre o Quinta do Destino (que visitou). Sou Francesa e queria acrescentar esta info (lugar e contacto deste "resort") no meu bloggue: www.angolita.com
Muito obrigada,
Kirikou
Pode me contactar sobre: atelier-maoli@gmail.com

Anónimo disse...

Desculpe o meu emial: atelier.maoli@gmail.com
obrigada mais uma vez,
Kirikou

repórter de improviso disse...

Kirikou,

Começo por lhe dar os parabéns pelo blog. Não tive oportunidade de o ver "a fundo" mas pela espreitadela que dei gostei muito... Certamente que vou passar a ser um leitor assiduo... E há tanta coisa para ver...

Parabéns.

Em relação aos contactos, aqui ficam para o caso de existir mais alguém interessado:

Quinta do Destino Resort Kikuxi Luanda Angola
Contacto: +244933781280

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...